Dr. Adalberto prefere cautela ao analisar previsões para o inverno do próximo ano.

Visivelmente preocupado ele dispara: “Seria uma operação de guerra para trazer água”.

03O Engenheiro Agrônomo Dr. Adalberto Nogueira estudioso do comportamento climático no semi-árido nordestino fez uma analise, dos recentes estudos relacionados ao inverno do próximo ano. Com muita cautela, o mesmo disse que é preciso esperar os próximos meses para uma afirmação mais segura quanto a este assunto. No entanto, ele não escondeu a temeridade de que mais um ano atípico pode estar se configurando.

Quando ao estoque hídrico no estado, de acordo com as previsões do mesmo, cerca de 56 açudes estarão secos até o final do ano, contribuindo ainda mais para o agravamento do atual quadro. Em sua visão, para evitar ou ao menos retardar esta realidade, é importante à conscientização do uso racional da água e o monitoramento dos reservatórios.

Com exclusividade para nossa equipe, engenheiro agrônomo traçou, uma projeção não muito boa para nossas cidades, caso, se confirme, por exemplo, mais um ano seca. Após vislumbrar cidades como Cajazeiras, Sousa entre outras, sob o efeito de um colapso de consequências catastróficas, visivelmente preocupado ele dispara: “Seria uma operação de guerra para trazer água”.

Ouça!

Ao ser perguntado sobre as perspectivas de chuvas para o mês de setembro, ele deixou claro que são remotas as possibilidades disto acontecer, ainda mais, se formos pensar em chuvas torrenciais.

Concernente a possível liberação de água de nossos mananciais para o vizinho estado do Ro grande do Norte, Dr. Adalberto, botou o “pé freio”, argumentando inclusive, que nosso estado não dispõe dessa tranquilidade hídrica. No entanto, ele lembrou que pelo fato do rio Piranhas-Açú ser um rio interestadual há um compromisso sobre o uso da água, o que pode ser feito via tubulação até como forma de manter o Coremas-Mãe D’água, como válvula de escape para o abastecimento em nível regional.

Da redação: Por Jotha Herre.

Artigos relacionados

Compartilhe

About Author

admin

(0) Ler respostas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*