Destaques Notícias — 07 novembro 2018
Empresário Beto Cartaxo bate martelo e confirma candidatura a prefeito em SJRP. Cenário com indicado de Aírton não está descartado. Veja!

Agora é prego batido e ponta Virada! O empresário São-Joanense, Beto Cartaxo do PSB ao participar no Jornal da Manhã desta terça-feira, confirmou em primeiríssima mão, que vai colocar o “colocar o bloco na rua” na disputa pela Prefeitura de São João do Rio do Peixe.  Articulador nato, Beto já começa a mexer as peças do xadrez e garante que: Gervásio Maia deputado federal eleito, e Jeová Campos deputado estadual reeleito defendem seu nome até como forma de gratidão pelo empenho do empresário e seu grupo nas respectivas candidaturas nas eleições 2018.  O próprio Governador eleito João Azevedo, teria de acordo com o mesmo, demonstrado uma atenção especial, ao convidá-lo, por exemplo, para assumir a direção do Partido Socialista Brasileiro em São João.

Contundo Beto revelou que a sigla em seu município passará por alterações, devendo sair do comando do ex-prefeito Dr. Zé Nilton Dantas, mas, manifestou o desejo de mantê-lo como aliado. O socialista tratou logo de descartar qualquer arranhão entre Zé Nilton e seu Filho Rodrigo, que pode assumir o comando da sigla. Só para facilitar o entendimento de nossos leitores, o ex-gestor que está atualmente como presidente do partido, nas eleições recém-realizadas, havia hipotecado apoio a Gervásio Maia para federal e Jeová Campos para estadual, acabou praticamente no “grosso” da campanha, passando a apoiar Júnior Araújo do AVANTE, provavelmente à direção do PSB, pode ter enxergado esse ato como traição ao partido adotando nesta medida.

Ao ser perguntado sobre conversas com outras lideranças, Beto fez questão de dizer que é do diálogo, afirmando que já sentou com Wagner Breckenfeld e Regis Moraes recentemente. Já papeou com Aírton para quem, aliás, não faltaram elogios afinal, ambos são primos. Até com Luiz Claudino que poder ser o candidato de Aírton em 2020, Beto já confabulou sobre política. Unificar os segmentos de oposição é a palavra chave que ganha reverberação entre os líderes do grupo e pronunciada com ênfase pelo prefeitável.

Provocando sobre a possibilidade de ser “vice” do candidato indicado por Aírton caso não consiga unificar a oposição, inicialmente, ele disse que essa candidatura é natimorta. Mas no decorrer da fala, acabou por revelar que não tem nenhum problema com Aírton deixando evidente que esta “janela” não está fechada, todavia, ele não se desfez da probabilidade de Luiz Claudino ser seu companheiro de chapa.

Mas ao que tudo, indica todos os passos dados pelo empresário dependerão, do aval dos Amigos, Jeová, Gervásio e até mesmo Azevedo.

Redação: Jotha Herre

Aconteceu tá no Folha

Artigos relacionados

Compartilhe

About Author

admin

(0) Ler respostas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*