Colunistas Professor Pita — 19 setembro 2011
Francisco Inácio – Resgatando valores e construindo a Paz

Para resgatar valores precisamos de oportunidade, conscientização, humanização, amor, testemunho e acima de tudo humildade. As vezes numa única oportunidade acontece uma grande mudança, hoje com a influência das drogas no Brasil, se a escola não se organizar, tudo tende desandar, segundo dados estatísticos, o mal das drogas prolifera até mesmo na maioria das escolas de nossa região. O gerenciamento deste mal está chegando claramente nas escolas e em seu ambiente interno.

Membros pertencentes do tráfego de drogas estão matriculados e atuando de forma indireta. Se me perguntar quem são, não sou capaz de dizer, assim como eu, boa parte das autoridades judiciais e policiais da nossa região sabem também quem são os traficantes, que muitas vezes se escondem por trás de uma influente profissão, é detentor de influência política, empregador de nome na região, etc. Denunciar hoje um traficante é muito perigoso dado as leis que não protege aos denunciantes, em pouco tempo o traficante está liberto, ficando livre para prejudicar quem o denunciou. Isso é muito triste, mas infelizmente é uma realidade.

Educar é uma das tarefas mais difíceis nos dias de hoje. A falta de conscientização da paz, a falta de domínio dos pais com os filhos, o carinho e a educação comportamental em casa, as vezes passada de forma errada, o amor que falta nas pessoas, em troca vem uma falsa modernidade de valores pregado por grupos de comunicações poderosos que confundem o povo, esses meios lutam pelo seu bem e crescimento econômico e social.

Quase todo ser humano tem suas crenças e com base nelas, seus pensamentos e sentimentos, que culminam na realização de suas atitudes. Acredita-se numa sociedade futura mais humana e justa, sem preconceitos, em que os cidadãos atuem compromissados com o bem comum, mas precisamos começar a mudar isso na escola. Para surgir um grande efeito se faz necessário a participação de toda sociedade. A escola precisa procurar a sociedade de forma geral e trazer para participar na vida da escola. A principal sociedade são os pais dos alunos que precisam aparecer constantemente na vida escolar dos seus filhos, o que infelizmente pouco acontece, deve vir também para a escola à classe política partidária, deve também comparecer sem partido político partidário e ver com bons olhos os problemas das escolas, projetar e legislar em seu favor. Não é um processo do dia para a noite, mas podemos chegar a uma escola bem diferenciada em pouco tempo.

A escola se tornaria vazia e ineficiente se omitisse de resgatar certos valores “adormecidos” na consciência humana de seus alunos, professores e funcionários, por esse motivo, torna-se essencial refletir o mundo atual, fortalecer e renovar as “crenças” é claro com um certo analise, do que o aluno pensa, de preferência chamá-los para o planejamento e inserir no processo educacional esses valores que possibilitem a formação integral de nossos alunos no futuro.

A Secretaria de Estado da Educação da Paraíba por meio da 9ª Gerência Regional de Educação está atuando e promovendo diversos eventos que possibilitem a promoção social das nossas escolas e despertar em nossos alunos o seu verdadeiro valor. Com esse passo cada escola deve proporcionar um ambiente de cultura e resgatar os valores coletivos e individuais de seus alunos. É fácil, dentro do seu planejamento enumerar pontos que traga prazer e harmonia, procurar comemorar datas importantes, como o dia do estudante, elaborar uma grande programação, com gincanas, jogos e etc, para proporcionar momentos de alegrias e resgatar os valores de seus alunos. A escola, além de ser obrigada a transmitir conteúdos básicos, sente-se no dever de elaborar eventos que traga alegria aos seus alunos, isso é, apenas uma parte do dever. Imbuído em melhorar o astral das escolas de nossa região, desde do dia 22 de Agosto a 9ª gerencia com sede em Cajazeiras, iniciou uma programação especial e vá continuar promovendo nos quatro pólos que compreendem a gerência, a I Feira Cultural Resgatando Valores e Construindo a Paz. No último dia 26 de agosto o evento aconteceu no ginásio da Escola Estadual de Ensino Fundamental Dom Moisés Coelho, no município de Cajazeiras dando assim um passo inicial muito importante para resgatar valores e promover a paz nas escolas e na sociedade.

Também participaram do evento escolas estaduais dos municípios de Cachoeira dos Índios e Bom Jesus, fazendo essa integração intermunicipal.

Além de exposições de trabalhos realizados pelos alunos das escolas participantes, a I Feira Cultural também realiza apresentações culturais com premiação para a escola que mais se destacar. “Estamos premiando a escola vencedora do concurso com uma central de água, um fogão industrial, um armário de aço e um kit pedagógico”, disse a gerente da 9ª GRE, Maria do Socorro Pereira. Também será disponibilizada para a população participante do evento a Estação de Serviços do Governo doEstado.

No dia 2 de Setembro a I Feira Cultural Resgatando Valores e Construindo a Paz, será realizada no município de São José de Piranhas, na Escola Estadual de Ensino Fundamento e Médio Joaquim Lacerda Leite, onde também estarão presentes escolas dos municípios de Carrapateira e Bonito de Santa Fé. Evento com este proporciona grande passo para direcionar os nossos alunos a seguirem no caminho do bem, desperta a sua criatividade individual e coletiva. É no evento deste tipo que surge os novos artistas da Terra, tendo assim, oportunidade de aparecerem se destacando na sua própria escola e serem vistos por outras que estão participando do evento.

Artigos relacionados

Compartilhe

About Author

admin

(0) Ler respostas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*